Mototaxistas protestam contra retirada de dois pontos em Ji-Paraná, RO

Dezenas de mototaxistas de Ji-Paraná (RO), a cerca de 370 quilômetros de Porto Velho, se reuniram em uma manifestação em frente à Secretaria Municipal de Planejamento (Seplan) nesta quinta-feira (4). Os profissionais reclamam sobre a notificação da Procuradoria Geral do Município (PGM) que pediu a retirada de dois pontos na cidade.

A PGM solicitou que os pontos instalados no cruzamento da Avenida Brasil com a Rua Luís Muzambinho e no cruzamento da Avenida Marechal Rondon com a Rua dos Mineiros, fossem retirados alegando uso indevido de solo público.

Segundo o presidente da Cooperativa de Mototáxi, Cesár Luciano da Silva, o ponto na Avenida Brasil foi instalado há cerca de 20 anos e os profissionais aceitam deixar o local, desde que um novo ponto seja ofertado pela Prefeitura.

“Se eles tirarem a cobertura, nós vamos continuar no local tomando sol e chuva. Se eles querem tirar a gente de lá, pedimos que tenha um outro ponto para a gente ficar”, conta Cesár.

De acordo com o secretario da Seplan, Pedro Cabeça Sobrinho, a determinação é de que os pontos sejam retirados até que a situação seja resolvida. Os mototaxistas têm o prazo de dez dias para apresentar uma defesa, alegando a necessidade de permanecerem no local.

“Vamos realizar uma análise mais profunda da situação, para que a gente venha a autorizar ou não o uso do solo público. Nós planejamos o melhor para a cidade, para a sociedade e não para determinada classe, então devemos pensar nisso como um todo e chegar a um bom senso que seja o melhor para a sociedade”, afirma o secretario.

Fonte: G1