Professores conseguem reajuste

Representantes do Sindicato dos Servidores Municipais (Sindsem) e da prefeitura de Ji-Paraná voltaram à mesa de negociações na manhã desta segunda-feira, 26, para definir o reajuste do salário dos professores, supervisores e orientadores da Rede Municipal de Ensino.

As negociações resultaram na confirmação do prefeito Jesualdo Pires de um reajuste, novamente, acompanhando o índice de reajuste do piso nacional dos professores do magistério estabelecido pelo Ministério da Educação (MEC), que este ano é de 6,81%.

Outro ponto definido na reunião no Gabinete do Prefeito foi que os resíduos de janeiro e fevereiro serão pagos em quatro parcelas iguais.

Na prática, o reajuste acordado entre Sindicato e Executivo vai elevar o salário do professor Nível I, 40 horas, por exemplo, de R$ 2.298,80 para R$ 2.455,35. Considerando a inflação de 2,95% para 2017, de acordo com o Índice Nacional dos Preços ao Consumidor (IPCA), o ganho real, aquele que fica acima da inflação, no salário para os professores é de 3,86%.

Como desde o ano passado Ji-Paraná vem reajustando o salário dos professores e especialistas em educação de acordo com o piso nacional, a classe terá um índice real de aumento salarial de 5,2% no biênio 2017/2018.

“O que devemos destacar aqui é que até 2016 mais da metade dos municípios brasileiros não pagava sequer o piso salarial aos professores, segundo levantamento feito pela CNTE (Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação). Aqui em Ji-Paraná estamos conseguindo negociar com o prefeito esse índice”, disse o presidente do Sindsem, Valcir de Souza.

“Mesmo em momentos de crise no País, a determinação do prefeito em acompanhar o reajuste do piso nacional demonstra a valorização que é dada ao profissional da educação em nosso Município”, frisou o secretário de Administração, Nilton Motta.

Valorização

A secretária de Educação, Márcia Regina de Souza concorda com Motta quanto à valorização do profissional da educação em Ji-Paraná pelo prefeito Jesualdo Pires e completou dizendo que “com a aplicação do piso nacional vamos atingindo as metas do nosso Plano Municipal de Educação, pois professor valorizado resulta em um profissional melhor para nossos estudantes”. Ela destacou também a atuação do Sindsem nas negociações junto ao prefeito, classificando como “um avanço muito grande do papel do Sindicato nesse processo, que consegue, através do diálogo, favorecer toda a classe”.

O prefeito Jesualdo ressaltou que desde o início de sua gestão vem mantendo um canal aberto de discussão com o Sindicato.
“Formamos uma comissão com técnicos do Sindsem e da prefeitura que estão acompanhando todas as análises financeiras e os níveis de impacto em folha que esses reajustes ocasionam. É uma forma de ser transparente com os servidores e de manter o equilíbrio das contas públicas”, reforçou Jesualdo.

Participaram também da reunião, além do presidente do Sindsem, do prefeito e dos secretários de Administração e Educação, o secretário executivo do Sindicato, Luiz Albuquerque, o secretário de Governo, Jair Marinho, secretário de Fazenda Luiz Fernandes, e o chefe de Gabinete, José Antônio.

Fonte: Assessoria