Fies registra o menor número de contratos novos em seis anos

Em 2017, foram firmados 170.905 novos contratos de financiamento de cursos de graduação em universidades particulares brasileiras por meio do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). Este número é o mais baixo em seis anos, segundo levantamento realizado com dados do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

O estudo publicado pelo site neste domingo (13) revela que, nos últimos oito anos, o Fies teve 2.419.748 contratos de financiamento, sendo que 50,1% deles foram assinados em 2013 e 2014.

A queda do número de contratos neste ano deve-se às mudanças feitas no programa. Desde o segundo semestre de 2015, os estudantes interessados em obter o financiamento são submetidos a um processo seletivo. Além disso, os requisitos para participar se tornaram mais rígidos: foi estabelecido um teto menor de renda per capita e a priorização de estudantes de cursos e regiões específicas do Brasil.

Após as mudanças, sobraram vagas para adquirir o financiamento estudantil.

Ainda de acordo com a publicação, em 2017, foram oferecidas 225 mil vagas (150 mil no primeiro semestre e 75 mil no segundo), sendo que mais de 20% delas não foram preenchidas. Em 2016, a taxa de ocupação foi ainda menor: cerca de 40% das vagas oferecidas nos dois semestres não foram ocupadas.

Novo Fies

O Ministério da Educação liberou 310 mil vagas para 2018. Pelas novas regras, aprovadas pelo Senado em novembro do ano passado, 100 mil vagas são oferecidas a juros zero a estudantes com renda familiar de até 3 salários mínimos per capita; 150 mil vagas têm juros de 2,5% a 3%; e 60 mil vagas são contratadas pelos estudantes diretamente com bancos privados, com taxa de juros variável. Nas duas últimas situações, o estudante deve ter renda familiar per capita de até 5 salários mínimos.

O processo de seleção para este semestre vai até o dia 23 de maio. Os candidatos selecionados deverão apresentar os documentos para finalizar a contratação do financiamento em até três dias úteis.

Fonte: NOTÍCIAS AO MINUTO